Arquivo de julho de 2011

Encontro coloca em pauta cooperação internacional sobre Juventude

Nenhum comentário » sexta-feira, 29 de julho de 2011

Nesta segunda e terça-feira (25 e 26 de julho) foi realizado,  em Nova Iorque, o Encontro de Alto Nível das Nações Unidas sobre a Juventude, marcando mais uma celebração do ano internacional dedicado ao segmento. Com o tema “Juventude: Diálogo e compreensão mútua”, o evento  contou com participantes de governos, ONGs e entidades da sociedade civil de diversos países. O Brasil foi representado pela secretária nacional de Juventude, Severine Macedo, e pelo presidente do Conselho Nacional de Juventude, Gabriel Medina. Com o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFA), a secretária fará uma apresentação das ações e programas de cooperação desenvolvidos pelo governo para o público juvenil.  Segundo Severine Macedo,  foi uma boa oportunidade de o país mostrar o que vem realizando em prol da agenda juvenil. “Nossa expectativa é debater experiências como o Projovem e outras questões relevantes, como a participação social” e a Agenda de Trabalho Decente para a Juventude. Além das iniciativas específicas para o público juvenil, a reunião discutiu algumas políticas de Estado, a exemplo do programa “Brasil Sem Miséria”.

De acordo com os organizadores, a reunião aconteceu às vésperas do fim do Ano Internacional da Juventude (agosto de 2010 a agosto de 2011), com o intuito de colocar em pauta temas como cooperação internacional, participação ativa dos jovens e desafios para o seu desenvolvimento. O Encontro de Alto Nível, idealizada pela Assembleia-Geral da ONU, em março de 2011, foi composto por duas mesas redondas, no dia 25/7, e duas plenárias no dia 26.

Ano Internacional da Juventude

Em dezembro de 2009, a Assembleia-Geral das Nações Unidas aprovou a Resolução 64/134, proclamando o período de agosto de 2010 a agosto de 2011 como o Ano Internacional da Juventude, com o objetico de encorajar o diálogo e a compreensão entre gerações e estimular os jovens a promoverem o progresso, com ênfase nas Metas do Desenvolvimento do Milênio. Com a iniciativa, a ONU reforçou o tema em nível internacional, por meio de uma vasta programação,que incluiu uma conferência global, realizada no México no ano passado. A Conferência do México foi precedida da Pré-Conferência das Américas, organizada pelo Brasil, em reconhecimento à atuação do país nessa área. O evento foi realizado em maio de 2010, na cidade de Salvador (BA), com a presença de 26 países das Américas, além da Espanha e França, que participaram na condição de observadores.

Projovem

Para vencer o desafio da inclusão, o governo brasileiro criou programas específicos para a juventude, a exemplo do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), que oferece elevação de escolaridade, capacitação profissional e inclusão digital, além de um auxílio financeiro mensal. Criado em 2008, o Programa atua nas modalidades Projovem Urbano; Projovem Campo; Projovem Adolescente  e o Projovem Trabalhador. De 2008 a 2010, a iniciativa atendeu mais de 2 milhões de jovens em todo o país.

Para Severine Macedo, “a experiência de ter um programa direcionado para jovens, que integra elevação de escolaridade, qualificação profissional e participação cidadã, demonstra que é possível assegurar a inclusão dos jovens que vivem hoje em uma situação de vulnerabilidade social. Além do Projovem, diversos outros programas contribuem para esse objetivo, a exemplo do Prouni, que assegura o acesso dos jovens às instituições de ensino superior privado, por meio da concessão de bolsas, e de políticas estruturais, como os investimentos na criação de escolas técnicas.

Participação dos jovens é fundamental na reversão da epidemia global de HIV/AIDS

Nenhum comentário » quinta-feira, 28 de julho de 2011

Líderes jovens e criadores de políticas governamentais reunidos na seda da ONU, em Nova York. 26 de julho de 2011. (UNFPA)

A Equipe de Trabalho Global Inter-Agencial sobre HIV e Jovens lançou o relatório de síntese Garantindo o Futuro Hoje, com informações estratégicas sobre HIV e jovens. O lançamento ocorreu em evento organizado pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) paralelamente à Reunião de Alto Nível das Nações Unidas sobre a Juventude, que aconteceu em Nova York entre 25 e 26 julho, com o tema “Juventude: Diálogo e Compreensão Mútuos”.

O evento, organizado em colaboração com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a Coalizão Global de Jovens sobre HIV/AIDS, o Conselho de População e o Serviço Católico de Alívio, reuniu líderes jovens e criadores de políticas governamentais para discutir os compromissos assumidos em relação aos jovens e à resposta à AIDS. Os participantes buscaram soluções para chegar a uma visão compartilhada de “zero novas infecções pelo HIV, zero discriminação e zero óbitos relacionados à AIDS” entre os jovens.

O relatório destaca que os jovens são um recurso fundamental para reverter a epidemia global de AIDS e liderar a resposta nas próximas décadas, mas destaca que as barreiras legais e políticas que impedem os jovens de obterem acesso a serviços relacionados ao HIV devem ser enfrentadas e que os jovens devem estar envolvidos de forma mais eficaz na resposta à epidemia.

Nesse sentido, o evento paralelo proporcionou uma plataforma para os jovens terem um diálogo direto com os governos nacionais, a fim de aumentarem o nível da prevenção do HIV e dos serviços de tratamento para jovens, bem como a participação ativa e a liderança dos jovens, incluindo aqueles que vivem com HIV, na resposta à AIDS em todos os níveis.

Ainda de acordo com o novo relatório, para a resposta entre os jovens efetivamente avançar, há necessidade de aumentar investimentos. No entanto, o documento também adverte que simplesmente direcionar mais recursos não vai aumentar a quantidade de testes de HIV e a utilização de serviços entre os jovens. Em vez disso, capacitar os jovens, particularmente as mulheres, para exercerem os seus direitos relativos à saúde sexual e reprodutiva, melhorar os programas para jovens e revogar leis e políticas nacionais que restringem o acesso destes a serviços de HIV são medidas necessárias para proteger as futuras gerações do HIV.

Fonte: http://www.onu.org.br/participacao-dos-jovens-e-fundamental-na-reversao-da-epidemia-global-de-hivaids/

O Usina 21 lamenta a morte do mestre John Stott

Nenhum comentário » quarta-feira, 27 de julho de 2011

John Stott morreu hoje às 3h15, em Londres (12h15 no horário de Brasília), de acordo com Benjamin Homan, presidente do ministério que leva seu nome. Homan disse que a morte de Stott é resultado de complicações relacionadas ao avanço de idade e a desconfortos sentidos nas últimas semanas. (…) Homan disse que a equipe de seu ministério tem se preparado para lidar com sua morte nos últimos 15 anos. “Acredito que Stott deixou um testemunho impecável para líderes de ministérios sobre como ajudar outros líderes”, disse. “Ele comunicou a muitos o amor pela igreja global e transmitiu a paixão pela fidelidade bíblica e um amor pelo Salvador”.

A notícia acima foi publicada no site da Christianity Today e nos deixou profudamente tristes pelo grande teólogo que perdemos, com certeza Stott foi um homem de uma mente brilhante e de uma devoção inspiradora. Seus escritos e sua vida são inspiração para qualquer cristão.

Estamos em lamento hoje, porém mantemos a nossa esperança na eternidade sempre.
“Nossos dias são como a grama;
desabrochamos como as flores do campo;
o vento passa e nós caímos;
e a terra não nos conhece mais.
Mas o amor imutável do Senhor subsiste para sempre”
(Salmo 103)

Fonte: http://www.ultimato.com.br/conteudo/ultimato-lamenta-john-stott-morre-em-londres

Shane Claiborne – The Simple Way

Nenhum comentário » quinta-feira, 21 de julho de 2011

Apresentando nosso Preletor internacional e principal do “Dia Oficial de Usinagem de Idéias para a Juventude”, 24 de Setembro próximo, a partir das 8h00 na Universidade Presbiteriana Mackenzie:

shane

Shane Claiborne (nascido em 11 de Julho de 1975) é um dos membros fundadores da comunidade “The Simple Way” na cidade da Filadelfia, Pensilvânia. Essa comunidade foi destaque na capa da revista Christianity Today como pioneira do Novo Movimento Monástico. Claiborne também é um ativista da não violência e do serviço aos pobres.

BIOGRAFIA

Shane cresceu no leste do Tenessi. Graduou-se na Easter University, onde estudou Sociologia e pastoral de juventude, esteve na Wheaton College em Illinois, onde fez seu trabalho de conclusão de curso e estagiou na Willow Creek Community Church. Claiborne fez alguns trabalhos para o Princeton Theological Seminary, porém esta licenciado desta função, fazendo parte atualmente do The Alternative Seminary na Filadélfia.

A perspectiva de Claiborne quanto ao trabalho com os pobres é muitas vezes comparada a da Madre Teresa, com quem trabalhou por 10 semanas em Calcutá. Ele passou 3 semanas em Bagdá com as Forças de Paz do Iraque (um projeto do Vozes no Deserto e de Grupos Cristãos Pacificadores). Foi testemunha do bombardeio militar à Bagdá, assim como às áreas militarizadas entre Bagdá e Amã.

Como membro das Forças de Paz do Iraque (Iraq Peace Team), Claiborne fez viagens diárias aos locais das explosões, visitou hospitais e famílias, além de frequentar cultos durante a guerra. Ele continuou a servir como membro do conselho da Associação de Desenvolvimento da Comunidade Cristã em todo o país, a qual foi fundada pelos idealizadores e criadores da John Perkins and Wayne Gordon.

Na quarta-feira, 20 de junho de 2007, um grande incêndio em um armazém abandonado, nas redondezas, destruiu o Centro Comunitário onde Claiborne morava. Ele perdeu tudo no incêndio. A comunidade The Simple Way imediatamente criou fundos para o envio de doações a fim de ajudar aqueles que perderam suas casas no incêndio.

Em outubro de 2010 Shane pediu em casamento seu amor de longa data, Katie Jo Brotherton, no Parque do Amor na Filadélfia. Eles se casaram em 07 de maio de 2011 na Catedral de Saint Edward na Filadelfia, Pensilvânia.

Shane é destaque no documentário The Ordinary Radicals e co-dirigiu os três volumes da série em DVD Another World is Possible. Ainda, ele escreveu o prefácio do livro de Ben Lowe, publicado em 2009, intitulado: Green Revolution : Coming Together to Care for Creation.

LIVROS

Em sua obra mais conhecida, Jesus for PresidentShane diz:

“Alguns de nós temos trabalhado na Wall Street, e alguns de nós temos dormido na Wall Street. Somos uma comunidade de lutas. Alguns de nós são ricos tentando escapar da solidão. Alguns são pobres tentando escapar do frio. Alguns de nós são viciados em drogas, e outros viciados em dinheiro. Somos pessoas quebradas que precisamos uns dos outros e de Deus, porque reconhecemos a bagunça que fizemos no nosso mundo e quão profundamente sofremos por causa dessa bagunça. Agora estamos trabalhando juntos para fazer nascer uma nova sociedade dentro da velha. Outro mundo é possível. Outro mundo é necessário. Outro mundo já está aqui.”

Ele disse isso ao dar início à festa de Jubileu que ele e várias comunidades resolveram celebrar bem debaixo do nariz dos poderosos da Wall Street, onde eles jogaram dinheiro com a palavra “Love” escrito e levantavam cartazes com frases contra o amor ao dinheiro e afins.

Jesus For President começa com Shane e Chris Haw trazendo um panorama da história de Israel, um povo destinado a ser diferente, separado, mas que sempre estava “brigando” com Deus pra serem um pouco mais parecidos com os outros povos. Shane faz um paralelo conosco, cristãos, que hoje esquecemos o que é ser diferente e vivemos uma vida praticamente igual a qualquer outro. Falamos que somos diferentes, separados, mas muitas vezes somos diferentes apenas em nossos usos e costumes, diferenças estéticas ou da superfície que não fazem jus ao significado de realmente sermos diferentes. Mais uma vez estamos focando no trivial e deixando de lado a essência.

Pra quem quiser conferir, seu vídeo sobre esta obra  (ainda somente em inglês):

Jesus For President – Shane Claiborne

SHANE E O USINA21

Trazer a perspectiva de que a vida deve ser entendida e vivenciada “integralmente”, e o viver integral passa também pelo âmbito do altruísmo, da generosidade, da entrega, da luta pelos direitos dos desfavorecidos e marginalizados, do dar do seu para que o outro tenha.

Shane Claiborne tem mostrado isso com sua vida, história e luta pelo menos privilegiados no mundo, do mundo. Crendo nisso, convidamos você para com a somatória Oficinas + Claiborne, possamos juntos, como uma juventude participante, adquirir ainda mais essa mentalidade que nos torna mais humanos e mais operários desta causa, afirmando a construção de uma possível sociedade transformada para o bem.