Arquivo de agosto de 2009

Falar o que quiser e ouvir o que nem imagina

1 comentário » quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Sabem que no Usina tudo é discutido, né? Do nome da banda que vai fazer o show de encerramento ao preço da inscrição pro evento, nada escapa incólume da opinião sagaz dos usineiros do GT.

Ontem (26), na reunião que rolou no plenarinho da Câmara, o pessoal estava especialmente inspirado, e, pra regular um pouco as visões, digamos, conflitantes, o lema do encontro acabou ficando próximo de algo como: todo mundo pode falar o que der na telha, mas pode se preparar pra ouvir o que sequer imaginou (Pastor Libério que o diga!)!

Aliás, como no Usina fala quem quer, logo depois desse breve registro do que rolou no encontro de ontem, abrimos espaço para um texto super bacana do usineiro Rodrigo Fonseca, que participa ativamente das discussões do GT, sobre suas impressões a respeito do evento, do sociedade, enfim, mil coisas.

Mas, calma. Quem não esteve na reunião não precisa se assustar, o clima passou longe de esquentar, nada além da ótima troca de idéias que faz do Usina um evento plural e que tem espaço pras expressões mais diferentes de cristianismo, ação social, artes, meio ambiente… Ah, enfim, não vou escrever tudo, ta?!

Bom, vamos direto ao(s) ponto(s). Além das discussões, na reunião pensamos algumas ações de marketing e divulgação do Usina que deverão ser feitas nos próximos eventos evangélicos de peso. Também aproveitamos para falar um pouco da composição da equipe de organização – ou voluntários =) – que dará “aquela” força nesta edição. Ao que tudo indica esse pessoal vai receber treinamento da galera da Toca do Estudante, que funciona na USP. Afinal, ninguém aqui acha que é simples cuidar de, no mínimo, 40 palestrantes, montar som pra três bandas, ajeitar comidinhas e bebidinhas pros oficineiros vips, controlar as inscrições, dar conta de quase três mil usineiros e estar a postos pra qualquer imprevisto, né?

Ah, importante: ta marcada pra segunda-feira (31), de manhã, a reunião dos idealizadores do Usina. Esse pessoal é quem teve a idéia de fazer o primeiro Usina, lá em 2002. Desde então, o tema principal de cada edição do Usina sai desse encontro. São presenças confirmadas pra discussão Gedeon Alencar, Ziel Machado, Ageu Lisboa, vereador Carlos Bezerra Jr. e o Fernando, que é o coordenador do Usina.

Agora, com vocês, Rodrigo Fonseca

USINANDO PARA CRESCER E FORMAR…

Ontem, dia 26/08/09, rolou mais um GT (Grupo de Trabalho do Usina 21). Acho que definir como “Reunião” não seria a melhor opção, foi na verdade, no meu ponto de vista, um excelente período de comunhão, reflexão e claro planejamento para o próximo Usina 21, que vai rolar dia 7 de novembro.

O que de mais interessante rolou e creio que isso deve ser levado para o Usina é: Qual o seu dom? Para que ou para o que fomos chamados no Reino de Deus?

A Reunião foi na Câmara dos Vereadores de São Paulo. Será que fomos chamados para ser políticos, pastores, mestres, doutores, mexer com artes, aconselhar? Mas o mais importante é andarmos todos debaixo do mesmo cabeça, que é Cristo. Fomos chamados para ser Luz e Sal, como diz o texto, mas creio que também fomos chamados para ajudarmos a Igreja de Cristo, na formação de líderes, homens e mulheres que se infiltrarão em todas as áreas da sociedade, e assim fazer diferença nesse mundo (a Igreja).

O que nós como cidadãos e cristãos podemos fazer para mudar a realidade de nossa sociedade, de nossa comunidade local, onde nossas igrejas estão inseridas? Não formamos homens e mulheres para terem participação política efetiva, não formamos pessoas com o intuito de lutarem pela ecologia, ou pelos problemas sociais. O Usina é essa oficina de idéias, onde as engrenagens podem voltar a rodar, e mais engrenagens se juntarem, para mover esse país a um lugar melhor, um lugar onde Cristo possa resplandecer, não em obras apenas, mas no mais essencial da vida cristã, Transformação de Vidas…

Essa tem sido a tônica dos GT´s, o que fazer para que a juventude evangélica e não evangélica possa ser tocada para uma realidade, além dos clipes musicais, novelas, e pseudo realities shows…

O Usina tem a intenção e o propósito de formar pessoas com o caráter de Cristo, pessoas que se comprometem como Cristo, que se comprometem com pessoas… Pessoas que andam com pessoas em igualdade, independente do seu “status” social, ou sua riqueza, ou formação acadêmica, Jesus tinha a impressionantes capacidade de juntar ao redor de si, todos os tipos de pessoas, nós podemos fazer isso, se olharmos para Ele, com o objetivo definido de que “Assim, ao Rei eterno, imortal, invisível, Deus único, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!” 1 Tm. 1.17

Isso é apenas um dos reflexos de Amar a Deus sobre todas as coisas e de IGUAL modo o próximo como a ti mesmo…